Roberto Polonini Mestre Taekwon-Do
HOME PROFILE ATIVIDADES HORÁRIOS E LOCAIS PROJETOS GALERIA CONTATO
HISTÓRIA DO TAEKWON-DO PRINCÍPIOS UNIFORME FAIXAS LINKS BLOG
 

O que é Taekwon-Do? 



Taekwon-do é um esporte nacional coreano, originário de uma arte marcial, que teve grande aceitação por parte do mundo ocidental. É praticado em mais de cem países, tendo um Campeonato Mundial de dois em dois anos, além de já ter sido incluído oficialmente nos Jogos Asiáticos, Jogos Pan-americanos e Olimpíadas por duas vezes como exibição; oficialmente Olímpico em Sidney 2000. Serve também, para o desenvolvimento da autoconfiança do aluno, despertando nele o espírito imbatível que se deve encontrar para vencer todos os obstáculos que pensamos serem intransponíveis na vida.


História do Taekwon-Do - Origem e Evolução 


Apesar de ser um esporte oficialmente recente, a origem da arte marcial hoje conhecida como Taekwondo existe há mais de dois mil anos, numa época em que a Coréia (berço desta arte) era dividida em três reinos - Silla, Koguryo e Baekche - que viviam em constantes conflitos entre si e com seus vizinhos - China e Japão. Descobertas arqueológicas de pinturas nas paredes de Muyong-Chong, uma tumba real que remonta à época da dinastia Koguryo, nos permite evidenciar a prática de Tae-Kyon (a mais antiga forma de Taekwondo) num período anterior ao ano de 50 a.C.

As pinturas não deixam dúvidas sobre se realmente representam uma manifestação da antiga arte do Tae-Kyon: mostram homens desarmados praticando um combate e se utilizando de técnicas bastante características da arte, como a “faca da mão”, o punho cerrado e a posição de luta clássica.

Nesta época, destes três reinos que viviam em constantes conflitos, Silla (o menor e menos desenvolvido deles) estava sempre sendo invadido pelo outros, bem como por piratas japoneses, que se aproveitavam de sua fraqueza e incompetência militar para saqueá-los. Ignorando suas diferenças com seu vizinho mais próximo, e preocupado com a segurança de seu próprio reino, o rei de Koguryu amedronta-se frente aos ataques dos piratas japoneses e resolve enviar forças militares para prestar treinamento a alguns guerreiros da nobreza de Silla e ajudá-los a combaterem e livrarem-se, e à própria península, dos ataques inimigos. Esta foi a primeira vez que o Taekwondo (naquela época conhecido como Tae-Kyon) foi introduzido no reino de Silla, que seria, a partir de então, seu maior propagador.
Uma vez contando com o apoio militar de Koguryo, o rei de Silla convocou a nobreza do reino para que formassem um grupo de elite, que se responsabili-
zaria pela defesa e proteção da nação. Esses nobres criaram um grupo que ficou conhecido como os Hwarang. Os Hwarang foram então treinados em diversas modalidades: arco e flecha, marcha, espada, bastão, lança, táticas militares e Tae-Kyon. Tornaram-se conhecidos em todo o reino. Seu rei, porém, acreditava que ainda lhes faltava uma ideologia, pois do contrário seriam nada mais que um grupo de assassinos bem treinados. Estudaram, então, história, filosofia confuciana, ética e moral budista.
Daí formularam seu código de honra:



Fidelidade ao rei;
Lealdade aos amigos;
Respeito aos pais;
Nunca recuar ante o inimigo;
Só matar quando não houver alternativa.

Com a formulação deste código de honra, o movimento passou a denominar-se Hwarang-Do (Do significa “o caminho” em todas as artes marciais orientais).
A partir da formação do grupo dos Hwarang , Silla tornou-se tão poderosa frente a seus inimigos vizinhos que, no ano de 670 d.C., consegue unificar os três reinos da península sob a sua bandeira. É por isso que algumas fontes de pesquisa indicam este ano como o ano de surgimento oficial do Taekwondo, na cidade de Surabul da Silla; mas na verdade, a prática desta arte é bem anterior a este período, como nos provam as pinturas encontradas na tumba Muyong-Chong, e que remontam ao século I a.C.

A partir daí, os Hwarang viajam pelo interior da península para conhecer mais sobre a região e a população, e desta forma vão espalhando o Taekwondo por todo o reino durante toda a dinastia Silla , que se estende de 668 d.C. até 935 d.C. Durante esta época, o Tae-Kyon se torna popular como uma atividade de recreação ou um sistema de desenvolvimento físico, ainda que fosse também uma excelente forma de defesa pessoal. Somente durante a dinastia Koryo (935 d.C. - 1392 d.C.) esse foco começa a mudar. Nessa época o Tae-Kyon passa a ser conhecido como Subak e deixa de ser visto como um sistema de desenvolvimento físico, passando a ser encarado como uma arte marcial.

O primeiro livro conhecido sobre esta arte foi escrito durante a dinastia Yi (1397 d.C. - 1907 d.C.),com o objetivo de promovê-la entre a população em geral. Foi justamente esta popularização do Subak a responsável pela sua sobrevivência, pois durante a segunda parte da dinastia Yi a arte perdeu seu prestígio entre os membros da nobreza (que até então haviam sido seus grandes divulgadores) em função de mudanças na visão política das atividades militares.

No ano de 1907 termina a dinastia Yi, e a Coréia é invadida pelo Japão. Com o controle do país nas mãos do imperialismo japonês suprimem-se todas as modalidades de cultura local, inclusive o Tae-Kyon/Subak. Durante todo o tempo, até a libertação definitiva da Coréia em 1945, o Tae-Kyon é mantido vivo clandestinamente pela população, passado como legado de pai para filho e ensinado às escondidas por alguns mestres que recusavam-se a seguir as ordens de seus invasores. Por todo esse período, a sobrevivência do Taekwondo esteve nas mãos da população não originária da nobreza.

Com o fim da segunda guerra mundial o Japão perde prestígio e posição no mapa, bem como também todas as suas colônias, entre elas a Coréia. Findo o domínio japonês, surge em Seul a primeira escola (kwan) que afirma ensinar o verdadeiro Tae-Kyon. Este dodjam chamava-se Chung Do Kwan. No mesmo ano abrem também os dodjams Moo Duk Kwan e Yun Moo Kwan. No ano seguinte é a vez do Chang Moo Kwan. Todos estes estilos (kwans) afirmavam ministrar os verdadeiros ensinamentos da antiga arte do Tae-Kyon/Subak.

Nos anos seguintes, mais escolas surgem, também afirmando-se as verdadeiras guardiães da tradição da arte: Soo Bak Do, Kwon Bop, Kong Soo Do , Tae Soo Do e Dang Soo Do.

Esta diferença entre os estilos e linhas impediu que houvesse uma regulamentação da arte por 10 anos.

Em 1952, o então presidente coreano Syngman Rhee assiste a uma demonstração de mais ou menos meia hora da arte marcial coreana, e se encanta com o que vê. O presidente ficou tão impressionado que ordenou que seu aprendizado constasse oficialmente no currículo de treinamento militar. Além disso, chamou o general Choi Hong Hi e pediu a ele que coordenasse o processo de unificação dos estilos. É em função disso que se justifica o acentuado vínculo militarista do esporte.

Após isso, no dia 11 de abril de 1955, um congresso reunindo os mais importantes mestres de cada escola, e sob a coordenação do general Choi Hong Hi, decidiu pela união dos estilos adotando o nome de Tae Soo Do. Dois anos mais tarde o nome é novamente mudado, sendo então adotada a nomenclatura que permanece atéos dias atuais: Taekwondo. As razões alegadas para esta mudança se referem ao fato de que o segundo nome (Taekwondo) se parece mais com o nome original da arte (Tae-Kyon), bem como expressa melhor seu verdadeiro sentido - a tradução de Taekwondo é “o caminho dos pés e das mãos”.

Desse dia em diante o Taekwondo não parou de crescer. Em 1964 é criada a KTA (Korean Taekwondo Association), e é realizado o primeiro campeonato de Taekwondo. Em 1967 é criada a ITF (International Taekwondo Federation), presidida pelo general Choi Hong Hi. A arte começa, então, a se modificar para assumir status de esporte e poder realizar competições que a divulguem pelo mundo: é nesta fase que surge a idéia da utilização de protetores, para garantir a integridade física dos competidores. Paralelamente, a ITF começa a formar mestres e a enviá-los para diversos países do mundo para que haja maior divulgação da arte.

Porém, no ano de 1972, o general Choi Hong Hi é expulso do país por envolver-se em disputas políticas entre as Coréias do Sul e do Norte (inimigas desde a época da guerra entre elas -1949/1955). No entanto, ele leva consigo a sede do ITF para o Canadá.

A reação da cúpula taekwondista coreana veio em seguida: com o apoio do governo sul-coreano é criada, no dia 28 de maio de 1973 a WTF (World Taekwondo Federation), sediada em Seul, presidida pelo Dr. Un Young Kim e unificada sob o estilo Kukiwon. As modificações são rapidamente passadas aos mestres ligados à entidade, o que provoca até os dias de hoje pequenas diferenças dentro do mesmo estilo, o que se explica pelo fato dessa mudança ter se dado de forma tão brusca e repentina.

Representando uma espécie de marco inaugural da entidade como nova reguladora da prática do Taekwondo no mundo, é realizado, neste mesmo ano (1973) o 1º Campeonato Mundial de Taekwondo, na cidade de Seul, evento que passaria a se repetir a cada dois anos, a partir daquela data.

Daí em diante, o Taekwondo passa a alcançar pontos cada vez mais elevados no cenário do esporte mundial, até que, indicado pelo GAISF (Associação Geral das Federações de Esportes Internacionais), o Taekwondo foi introduzido ao COI (Cômite Olímpico Internacional) em julho de 1980. A crescente evolução do Taekwondo como esporte se concretizou de fato no ano de 1982, quando foi indicado pelo COI como esporte de demonstração nas Olimpíadas de Seul, 1988. A indicação repetiu-se nos Jogos que se seguiram, em 1992, Barcelona. No ano de 1996 , o Taekwondo ficou de fora da Olimpíada , sendo averiguada sua participação como esporte oficial para o ano de 2000. Confirmado naquele mesmo ano como esporte oficialmente olímpico, o Taekwondo vive agora seu momento de maior esplendor e glória, ansiando por sua estréia oficial e definitiva nos Jogos Olímpicos de 2000, na cidade de Sydney, Austrália.

Sua popularidade vem crescendo tanto no mundo, que o esporte já está presente em mais de 150 países, e estima-se um número de praticantes superior a 20 milhões de pessoas.


Juramento 


Eu prometo:

Observar e respeitar as regras do Taekwondo;
Respeitar meu Mestre e meus superiores;
Nunca fazer mau uso do Taekwondo;
Construir um mundo mais pacífico;
Ser campeão da liberdade e da justiça.

Roberto Polonini Mestre Taekwon-Do
ROBERTO POLONINI - Mestre Taekwondo
Contato:
+5524981543001
E-mail: contato@robertopolonini.com
Criação de Sites
Maxisite.net